OLHOS

Fabíola Rovere

 

 

Em seus olhos vejo pureza.

A entrega da criança,

A entrega da esperança

Na busca do próprio ser.

 

Em seus olhos vejo

A dor do silêncio

Da alma ainda apartada

Que clama o reencontro

Consigo mesmo.

 

Quero estender meu olhar,

Quero alcançar sua dúvida

Responder às suas súplicas,

Acolher sua dor.

 

Seja esse momento pleno,

Seja esse encontro definitivo

Não deixe que essa ligação escape,

Permita-se ser preenchido de Luz.

 

Receba esse amor sincero,

Aqueça seu coração

Em bênçãos por todos ofertadas,

Alimente-se de cura

Até acessar seus sentidos

E recuperar toda sua força.

 

Siga em seu caminho

De conquistas impossíveis,

Esteja sempre em paz e segurança

Cercado de amor e cuidados

E ainda assim, livre,

Em sua expressão no mundo.